Política

Josué Neto faz duras críticas a Wilson Lima, governador do Amazonas

Por Lúcia Guerra - segunda, 07 de dezembro de 2020
 

Por Lúcia Guerra
 

O deputado estadual Josué Neto (PRTB) foi à tribuna da casa legislativa e teceu duras críticas ao governador amazonense, Wilson Lima (PSC). O parlamentar destacou as manobras do comandante do Palácio Rio Negro para bloquear as emendas impositivas de deputados que fazem oposição ao governo estadual.

De início, Josué Neto destacou que “a emenda impositiva é uma instituição. Ela é uma ferramenta institucional e constitucional. A emenda impositiva não é apenas impositiva à bancada governista. Ela não é uma instituição partidária, ela não é uma instituição política”, disse.

Ao continuar o discurso, o presidente do Poder Legislativo amazonense informou aos parlamentares que irá em busca seus direitos perante o Poder Judiciário. “Não é ele [Wilson Lima] quem decide quem paga ou quem não paga. E o governador, além de roubar o Estado, ele pratica inconstitucionalidade e por isso que eu estou aqui nessa tribuna, para dizer que estarei impetrando com ações no Ministério Público acreditando na imparcialidade e na independência do Ministério Público do estado do Amazonas”.

Em seguida, Josué Neto emite um alerta aos colegas parlamentares, sobre os indícios de fraudes que corrompe o executivo local. O presidente destacou que a Polícia Federal tem feito constantemente buscas e apreensão de pessoas ligadas a Wilson Lima, e se os deputados se aliarem ao governo, a Assembleia legislativa poderá ser mais um alvo de irregularidades do Estado.

“Se a gente entregar essa casa na mão do govergonha ele vai trazer a Polícia Federal pra cá pra dentro, como ele levou pra casa dele, pro gabinete dele, pra casa do vice-governador, pro gabinete do vice-governador, pra Susam. A Polícia Federal parece que é uma instituição do governo, ela todo dia está em uma secretaria e o govergonha finge que nada está acontecendo”, pontua o presidente do Poder Legislativo.
 
Distribuição de emendas parlamentares

Josué Neto destacou como foi feito o uso de suas verbas parlamentares pelo governo. “Em 2019 dos R$ 6,5 milhões destinados a Emenda impositiva que pertence a mim R$ 2,1 milhões foram aplicados, ou seja, 1/3. De todo esse 1/3 que eu fiz a destinação em 2019, o dinheiro foi aplicado em áreas como saúde, educação, assistência social, cultura, trabalho e produção rural. Em 2020, dos R$ 6,9 milhões da qual a quota parlamentar de emenda impositiva de que todo parlamentar tem direito, apenas R$ 4,5 milhões. Em torno de 65% e com detalhe: eu devolvi toda a minha emenda parlamentar para ser utilizada no combate a Covid-19”, destaca o parlamentar.  

Lúcia Guerra é jornalista e escreve para vários sites sobre política.

| Jornalista. DRT-DF 12054