Ronaldo Nóbrega

Mídia ataca líderes evangélicos

Por Ronaldo Nóbrega. - segunda, 20 de julho de 2020
 

Por Ronaldo Nóbrega |

A pandemia do novo coronavírus mudou drasticamente a rotina das pessoas em todo o mundo. No Brasil não foi diferente, a cada momento surge um novo estudo, um remédio polêmico ou uma orientação sobre mais ou menos isolamento. Em tempos difíceis, muitos se agarram a sua fé.

O Brasil é um dos países com o maior contingente de cristãos evangélicos do mundo e, portanto, as lideranças religiosas tanto de evangélicos quanto de católicos possuem um grande peso para influenciar a vida dos brasileiros.

Contudo, apesar do direito à liberdade de culto, assegurado em nossa Constituição, o jornal “Estadão” divulgou notícia afirmando que alguns líderes evangélicos estariam formando uma rede de ‘desinformação’ sobre o coronavírus.

A mídia vem atacando instituições seculares como a Igreja, a Religião e o Conservadorismo em uma campanha de difamação das tradições e ensinamentos religiosos. A ciência ainda não se mostrou eficaz em nos prover ferramentas para frear ou combater o vírus de uma vez por todas.

Logo, cabe à religião prover um mínimo de conforto aos milhões de fiéis espalhados pelo Brasil e pelo mundo. Vale lembrar que, em um contexto caótico como o vivenciado, muitas outras doenças mentais surgirão em decorrência do contínuo estresse ao qual estamos sendo submetidos e a religião exerce papel muito importante para curar as chamadas doenças da ‘alma’.

A verdade é que qualquer líder que apoie o atual governo vira também um alvo da velha mídia. Os brasileiros estão em meio a uma guerra de narrativas, no fogo cruzado entre um embate extremamente polarizado. De um lado, a direita conservadora, de outro a esquerda radical. No meio disso tudo, um vírus que não tem preferência política continua solapando a vida de milhares, adoecendo milhões e enfraquecendo a economia.

As consequências das interrupções do comércio serão sentidas por muito tempo e precisaremos de toda a ajuda possível, seja da ciência, seja da religião. O que não se precisa nesse momento é a desinformação causada por grandes veículos midiáticos que tentam manipular os fatos para caber em seus interesses escusos.

Aos líderes religiosos fica a missão de levar a Palavra de Deus aos fiéis, aos cientistas fica a missão de desenvolver vacinas e remédios, à imprensa cabe a informação e, ao governo, administrar a res publica, se cada um fizer sua parte sem interferir no direito do outro, certamente as coisas ficarão melhores.

DESMASCARANDO O ESTADÃO - FAKE NEWS | PASTOR CÉSAR AUGUSTO

O pastor César Augusto, da Associação Fé Perfeita, divulgou um vídeo esclarecendo definitivamente os fatos.

Confira abaixo o vídeo postado na plataforma do Youtube.